Carlos Lopes Pereira é a nossa figura de honra

O Médico Veterinário, Carlos Lopes Pereira, doou o prémio de 50 mil libras, que recebeu em reconhecimento da vida dedicada à conservação da natureza em África, para a criação de fundo de apoio aos fiscais das áreas de conservação em Moçambique.

O Dr Caros Lopes Pereira, é Médico Veterinário, formado pela Faculdade de Veterinária da Universidade Eduardo Mondlane, onde também viria ser docente na mesma faculdade, tendo dado um grande contributo para a formação da actual geração de Médicos Veterinários de Moçambique. Especializou-se em epidemiologia veterinária e vida selvagem em Edimburgo (Escócia), Reading (Reino Unido), Utrecht (Holanda). Realizou outras formações especializadas em Skukuza (Parque Nacional do Krüger – África do Sul), Malilangwe (Zimbabwe) e Singapura.

No percurso da sua carreira, o Dr. Lopes Pereira desempenhou um papel fundamental para reabilitação das áreas de conservação, conduzindo estudos e liderando processos de reintrodução de animais nos parques e reservas nacionais, com destaque para o Parque Nacional da Gorongosa, onde foi Director de Conservação e, na Reserva Nacional do Niassa.

Carlos Lopes Pereira tem também desempenhado um papel chave nas acções de gestão do conflito homem-fauna bravia no país. No âmbito da proteção da flora e fauna bravia coordena o serviço de protecção e fiscalização da ANAC e teve nos últimos anos uma contribuição relevante nos processos que resultou na melhoria do quadro legal relativo à conservação da biodiversidade, na elaboração da estratégia de prevenção e combate à caça furtiva e na coordenação institucional que envolve o Ministério Público, a Magistratura Judicial, os vários ramos da Polícia, incluindo o SERNIC e outras instituições chave no combate ao tráfico de produtos de vida selvagem no âmbito nacional, regional e transnacional.

Em 2019, Carlos Lopes Pereira foi reconhecido com o “prémio principe william para a conservação em África”, atribuída pela Tusk international, o qual incluía a parte monetária no valor de 50.000 libras esterlinas.

Com o valor monetário do prémio, na sua totalidade, Lopes Pereira fez uma doação para a constituição de um fundo de apoio dos guardas dos parques moçambicanos. A gestão deste fundo foi confiada a BIOFUND que, por sua vez, contribuiu com mais 50.000 libras. Isto significa que o capital inicial corresponde ao montante de 8,6 milhoes de meticais.

O fundo tem como objectivo, reconhecer a bravura e dedicação dos guardas dos parques das áreas de conservação, através do qual serão entregues prémio aos guardas dos parques que mais se destacaram em cada ano. O fundo também apoiara os parentes mais próximos dos guardas- florestais que perderam a vida ou ficaram incapacitados no desempenho das suas funções.

Por estas evidências de dedicação, sentido de Missão e foco a causa da conservação da natureza, a empresa VetBOX destaca o Dr. Carlos Lopes Pereira como a primeira Personalidade de Honra na área Veterinária em Moçambique.

Parabéns Dr Carlos Lopes Pereira por Honrar a classe Veterinária. Trilharemos seus caminhos.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.