Imunização de gado contra Febre Aftosa em Moçambique abrange seis Províncias

O governo moçambicano está a investir dois milhões de dólares norte-americanos na aquisição de vacinas para a imunização de gado nas zonas propensas à ocorrência de surtos da febre aftosa.

 

A acção vai abranger mais de 450 mil animais das Províncias de Gaza, Inhambane, Manica, Tete, Zambézia e Nampula. Trata-se de regiões que nos últimos dois anos notificaram casos de febre aftosa, obrigando as autoridades veterinárias a decretar restricções na movimentação de animais.

 

Entretanto, o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, pretende que a vacinação seja realizada por pelo menos por dois anos consecutivos e sejam administradas quatro doses por animal, para garantir a manutenção de níveis protectivos de anticorpos.

 

De acordo com a Direcção Nacional de Desenvolvimento Pecuário (DNDP), o processo deverá abranger ainda bovinos localizados dentro de um raio de 20 quilómetros das áreas de conservação e ao longo da linha de fronteira com África do Sul, Zimbabwe e Malawi.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.