Thor: o cão herói em operações de resgate

Por estas e muitas outras razões é difícil pra mim, acreditar que uma pessoa possa não gostar de um cão. Emocionante o trabalho do Thor.

Um cão vai para além de um animal domesticado e que vive em nossas casas. Um cão deve ser o único animal no mundo que não gostaria de ser homem mas que precisa do homem para sentir-se completo. Esta espécie já provou por diversas formas que pode ser considerada “anjo vivo” para qualquer ser humano. Pode ser exagerado considerar anjo a um animalzinho, mas quem tem convivência com um cachorro percebe o lado amigo, fiel e protector que este animal está disposto a demonstrar a qualquer ser humano, muitas vezes ultrapassando aquilo que um ser humano faria a outro ser humano. O toque, o olhar, a reacção ao carinho, a obediência, a inteligência, a capacidade de anteceder-se a ventos maus, a memória sobre momentos e pessoas fantásticas. É simplesmente apaixonante!

Eu sou médico veterinário de longa data e confesso, que apesar de amar animais, os cães não eram a minha maior atracção, mas hoje, arrependo-me por ter desperdiçado tanto tempo sem ter uma convivência íntima com estes amiguinhos indispensáveis. Eles são únicos quando precisamos de afecto, companhia, fidelidade, protecção e até de apoio. Eles são simplesmente necessários e indispensáveis. Agora entendo porquê que quase todos os presidentes que passaram pela casa branca tiverem pelo menos um cão.

Hoje emocionei-me com a notícia sobre o Thor. Houve uma catástrofe no Brasil, em Brumamdinho, no dia 25 de Janeiro deste ano, onde uma barragem da Vale cedeu e arrastou consigo famílias inteiras.

Thor é um cão bombeiro, de 5 anos de idade, e é um verdadeiro herói. Ele já participou de operações de resgate em pontos do Brasil como Mariana, Herculano e Sardoá, procurando pessoas desaparecidas nas tragédias. Ele agora está envolvido na missão em Brumadinho, onde a roptura da barragem inundou a região e matou dezenas de pessoas.

O Sargento Leonardo, é um Bombeiro que trabalha e convive com o cãozinho há anos e resolveu homenagear esse pequeno grande herói. Ele disse algumas coisas emocionantes sobre o animal:

 “Eu sou o sargento Leonardo, esse aqui é o Thor. O Thor tem cinco anos e está trabalhando muito, já encontrou um monte de vítimas por aí debaixo dessa lama”.

”Esse cão aqui já foi para varias missões comigo”. Na homenagem emocionante, o Sargento Leonardo explica porque tanta consideração pelo cão.

”Eu já perdi a conta de quantas pessoas ele já achou. Infelizmente, poucas vivas”.

“O Thor trabalha muito comigo. Só hoje já fomos lá no pontilhão e perto do ônibus. Lugares de acessos muito difíceis.”

É nítido que após cada resgate o animal volta exausto, porém, contou o sargento, que Thor está sendo muito bem cuidado durante a missão em Brumadinho.

”Agora ele vai descansar, tomar um suplemento vitamínico que os médicos veterinários vão passar pra ele e amanhã volta a trabalhar”, concluiu.

Leio este último parágrafo com lágrimas de emoção. O Thor não pedirá nada em troca, ele está numa missão nobre, de forma incondicional e tudo o que lhe for oferecido para o seu bem-estar será mesmo por merecimento.

Por: Zeiss Lacerda (Médico Veterinário)

 

 

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.